Ir para o conteúdo
Informações da página

Você está em: Página Inicial > Notícias

Pesquise aqui
Início do conteúdo

Estudantes criam site e aplicativo que funciona como catálogo de profissionais

Jovens são egressos do Ensino Médio do Campus Osório

O cenário era uma sala de aula e um laboratório de Informática. E os personagens, jovens estudantes na iminência de receberem seus diplomas após quatro anos do curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio. Muitas provas, trabalhos em grupo... Tudo normal quando se está falando de uma escola. Mas a grande diferença está no que é feito com o conhecimento construído e com as oportunidades de contato com servidores das mais diversas áreas. Foi assim que cinco egressos do Ensino Médio do Campus Osório, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), criaram uma solução de TI (Tecnologia da Informação) que busca resolver um problema muito comum: a dificuldade em encontrar prestadores de serviço e profissionais liberais.

"O Ops! é uma ferramenta que funciona como um catálogo prático. Em forma de site e de aplicativo, ele facilita o relacionamento entre profissionais das mais diversas áreas e quem está procurando pelos serviços oferecidos por eles", explica Matheus Madeira. A ideia, segundo ele, surgiu numa roda de conversa, no início de 2015, com os colegas Tiago Gambim, Luan Dariva e os professores Antônio Anderson Cotrim (Administração) e Janaína Bujes (que lecionava a disciplina de Direito): "Falávamos sobre oportunidades de negócio envolvendo a informática e o dia a dia, e com um comentário da Janaína sobre a dificuldade de encontrar diaristas, veio o insight."

Durante o desenvolvimento do produto, apareceram desafios pontuais de usabilidade, programação, design e de banco de dados. Os colegas de aula Nicolas Nobrega e João Miguel Erig Bohn perceberam que podiam colaborar com o projeto: "O trabalho dos guris estava muito complexo. Apresentamos propostas que tornaram o Ops! mais acessível e eficiente. Uma delas foi a redução do número de passos para encontrar os profissionais, passando de 13 para três", conta Nicolas. De acordo com João Miguel, foram aplicadas técnicas que aumentaram a segurança e a velocidade do site. "Adicionamos, também, características que tornaram a plataforma única e a reformulamos visualmente."

O grupo começou a focar os trabalhos propostos em sala de aula na construção do projeto - oportunidades que balizaram o desenvolvimento do Ops! "Na disciplina de Empreendedorismo em Informática, por exemplo, o professor Sérgio Migowski propôs uma atividade anual com o objetivo de que fossem desenvolvidas ideias de negócio. Ele nos dava 'feedbacks' em cada etapa, o que foi muito importante para chegarmos à qualidade desejada", explica Luan.

As dúvidas pontuais eram solucionadas no período de contraturno com o apoio de servidores de diferentes áreas de atuação, que colaboraram de forma determinante, como Timóteo Lange, Cíntia Renz e Bruno Acosta. Eles auxiliaram, respectivamente, no aprimoramento do banco de dados, elaboração de um plano financeiro e na produção de um vídeo publicitário. Colegas de aula também contribuíram na realização de testes, apontando melhorias.

Texto e foto: Gabriela Morél - Comunicação do Campus Osório

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Rua General Osório, 348 | Bairro Centro | CEP: 95700-086 | Bento Gonçalves/RS

E-mail: gabinete@ifrs.edu.br | Dúvidas de Acessibilidade: acoes.inclusivas@ifrs.edu.br | Ouvidoria | Telefone: (54) 3449-3300