Ir para o conteúdo
Informações da página

Você está em: Página Inicial > Notícias

Pesquise aqui
Início do conteúdo

A escola como centro de diálogo e reflexão

Palestra de abertura do Seminário Diálogos com Paulo Freire

A escola como um centro de debates, de ideias, de reflexões. Uma educação que faça sentido e dialogue com a realidade dos alunos. Um processo de aprendizado que permita tempo para o diálogo. Essas ideias foram destacadas na palestra de abertura do VIII Seminário Nacional Diálogos com Paulo Freire, na manhã desta sexta-feira, 5 de dezembro de 2014, no Câmpus Bento Gonçalves do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS). A doutora em educação e professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) Jaqueline Moll abordou o tema "Da Pedagogia do Oprimido rumo a uma Pedagogia dos Direitos Humanos".

A palestrante lembrou que depois de um século com duas ditaduras no Brasil, as pessoas e as instituições aprenderam mais a silenciar do que a exercer o direito de dialogar e expressar seus pensamentos. "A Finlândia tem uma educação exemplar e ouvi de uma diretora de escola de lá que o que eles fazem de mais importante é escutar as crianças e suas comunidades, e aprenderam isso com Paulo Freire", contou. "A escola silenciadora expressa um projeto de sociedade, mas acredito que estamos em um momento de passagem", complementou.

Jaqueline foi diretora de orientações curriculares para a educação básica do Ministério da Educação (MEC) e trabalhou na coordenação da implantação do Programa Mais Educação, que visa à ampliação da jornada escolar e a organização curricular na perspectiva da educação integral. "Trata-se da ampliação da jornada como um direito de meninos e meninas, pois para muitos o outro caminho é a rua, e não a rua reinventada que Paulo Freire queria, mas a rua violenta."

Solenidade de abertura

Duas atrações culturais fizeram parte da abertura do VIII Seminário Nacional Diálogos com Paulo Freire. O coral infantil do Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente do Sest/Senat encantou a público, que ouviu também as músicas do acadêmico do Câmpus Bento Gonçalves Jones Cenci. As boas-vindas aos participantes foram dadas pelo pró-reitor de Ensino do IFRS, Amilton de Moura Figueiredo; pelo diretor do câmpus, Luciano Manfroi; e pelo coordenador-geral do seminário, Vinícius Lima Lousada.

Amilton salientou realizar o evento reforça o papel importante que os Institutos Federais têm a cumprir no caminho de uma educação voltada para a inclusão e os direitos humanos. Como esta edição do evento está homenageando o educador Nilton Bueno Fischer, Vinícius destacou a atuação e ideias do professor do Programa de Pós-graduação em Educação da Ufrgs, falecido há cinco anos. Fischer atuou fortemente na educação popular, desenvolvendo ações principalmente com recicladores da periferia urbana de Porto Alegre.

Outras atividades

O seminário continua até sábado, dia 6, reunindo mais de 350 professores e estudantes de graduação e pós-graduação, bem como militantes dos direitos humanos, para refletir sobre a contribuição do pensamento do patrono da educação brasileira na constituição "de uma, ou várias, pedagogia(s) dos direitos humanos". Nos dois dias, serão apresentados 211 trabalhos ligados à temática do evento, a partir de rodas de conversas, permitindo que os autores exponham suas ideias e interajam com autores de outros trabalhos.

No sábado, o destaque da programação fica com o "Diálogo - Educação em Direitos Humanos, Justiça Ambiental e Cultura de Paz", a partir das 13h30min. Participarão Giancarla Brunetto, da Liga de Direitos Humanos da Ufrgs; Paulo César Cabornari, da Comissão de Direitos Humanos de Passo Fundo; Carlos Machado, da Universidade Federal do Rio Grande (Furg) e do Observatório de Conflitos Socioambientais e Urbanos do Extremo Sul; e Délcio Cruz Júnior, da Central Judicial de Pacificação Restaurativa e da Secretaria Municipal de Educação de Caxias do Sul; com a coordenação de Thiago Ingrassia, da Universidade Federal da Fronteira Sul.

Ao final do seminário, será elaborada uma carta com sugestões para que instituições de ensino e movimentos sociais difundam a educação em direitos humanos.

O evento tem a coordenação geral da Pró-reitoria de Ensino do IFRS.

Saiba mais no site do evento.

Educação em Direitos Humanos (EDH) - é a que educa para a tolerância, a valorização da dignidade e da ética universal do ser humano. Está voltada para a mudança e a participação cidadã, busca incentivar valores, para atingir mentes e corações, não sendo meramente transmissora de conhecimentos.

Paulo Freire (1921 - 1997) - é patrono da educação brasileira. Foi educador, pedagogista e filósofo e defendeu que cada educando criasse o caminho de sua educação, dialogando com a sua realidade. Destacou-se por seu trabalho na área da educação popular, voltada tanto para a escolarização como para a formação da consciência política.

Programação do VIII Seminário Nacional Diálogos com Paulo Freire:

05/12/2014 - Sexta-Feira

8h - Recepção e Credenciamento

9h - Abertura

Atividade cultural

Homenagem ao Prof. Nilton Bueno Fischer (in memorian)

10h - Palestra - Da Pedagogia do Oprimido rumo a uma Pedagogia dos Direitos Humanos Prof.a Jaqueline Moll (UFRGS)

Coordenação - Prof. Amilton de Moura Figueiredo (Pró-reitor de Ensino do IFRS)

12h - Rodas de conversa (Apresentação de Trabalhos e produção de síntese)

17h30min - Lançamento de livros, autógrafos e conversas com autores

 

06/12/2014 - Sábado

8h30min - Apresentação das sínteses dos grupos de trabalho

Participantes: relatores dos grupos / Coordenação: Vinícius Lima Lousada (IFRS), Gomercindo Ghiggi (UFPEL) Celso Heinz (UFSM), Vilmar Pereira

10h às 10h20min - Intervalo

10h20min - Problematização da síntese

12h - Intervalo

13h30min - Diálogo - Educação em Direitos Humanos, Justiça Ambiental e Cultura de Paz, com Giancarla Brunetto (Liga de Direitos Humanos - UFRGS); Prof. Paulo César Cabornari (Comissão de Direitos Humanos - Passo Fundo); Prof. Carlos Machado (PPGEA-FURG/Observatório de Conflitos Socioambientais e Urbanos do Extremo Sul); Prof. Délcio Cruz Júnior (Central Judicial de Pacificação Restaurativa - CEJUSC/ Caxias do Sul e SMED) e coordenação: Thiago Ingrassia (UFFS)

16h às 17h30min - Plenária de encerramento, coordenação: Vinícius Lima Lousada (IFRS)

Galeria

Acadêmico do Câmpus Bento Gonçalves Jones Cenci Coral infantil do Ceacri Sest/Senat Público presente no VIII Seminário Diálogos com Paulo Freire Mesa da solenidade de abertura: Luciano, Amilton e Vinícius Jaqueline Moll e Amilton de Moura Figueiredo

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Rua General Osório, 348 | Bairro Centro | CEP: 95700-086 | Bento Gonçalves/RS

E-mail: gabinete@ifrs.edu.br | Dúvidas de Acessibilidade: acoes.inclusivas@ifrs.edu.br | Ouvidoria | Telefone: (54) 3449-3300