Ir para o conteúdo
Informações da página

Você está em: Página Inicial > Notícias

Pesquise aqui
Início do conteúdo

Estudantes participam de atividades da Reditec

Participantes da Rede de Expressão fizeram foto coletiva

Pela primeira vez em 38 anos, a Reditec contou com a participação dos estudantes na sua programação. Os eventos Rede de Expressão - Exposição de Ensino, Pesquisa e Extensão da Rede Federal e III Competição Brasileira de Robótica Educacional (Cobre) encerraram no final da tarde de quarta-feira, 12 de novembro de 2014, no Espaço Cultural do Câmpus Porto Alegre do IFRS.

Participaram do palco de honra do encerramento o Diretor de Desenvolvimento da Rede Federal de Educação Tecnológica, Oiti José de Paula; o vice-presidente do Conif, Belchior de Oliveira Rocha; o Reitor do IFSUL, Marcelo Bender Machado; a Reitora do IF Farroupilha, Carla Comerlato Jardim; a Reitora do IFRS, Claudia Schiedeck Soares de Souza, e o Diretor do Núcleo Estruturante de Pesquisa, Inovação da SETEC, Luciano Toledo.

A reitora Cláudia falou em nome das autoridades presentes. "Eu gostaria de fazer um agradecimento especial a todos os alunos participantes da Rede de Expressão de todos os Institutos, agradecer ao Conif que nos ajudou a organizar o evento e nos incentivou a fazer a primeira Rede de Expressão. Espero que nas outras Reditecs possamos ter a segunda, a terceira, e assim por diante. É um orgulho muito grande ter recebido todos esses alunos no Câmpus Porto Alegre, é possível realizar eventos desse porte, é desejável que a gente faça e é sempre um desafio para nós, gestores, estarmos desenvolvendo maneiras de fazer a integração da nossa comunidade de gestores e alunos."

Após a fala, Cláudia convidou todos os alunos participantes do evento para tirar uma foto coletiva no palco e informou que todos os alunos da Rede de Expressão ganhariam um tablet, realizando em seguida a entrega simbólica do presente para um dos alunos.

A Rede de Expressão

Durante a Rede de Expressão, cerca de cem estudantes das instituições organizadoras do evento (IFFarroupilha, IFSul e IFRS) tiveram a oportunidade de divulgar a produção científica, tecnológica e de inovação das instituições federais de ensino gaúchas O objetivo é oportunizar um espaço para exposição, apresentação e discussão de trabalhos, estudos e resultados de projetos. No total, foram 42 trabalhos, apresentados em duplas, sendo 13 trabalhos selecionados de cada Instituto, e um de cada Escola Técnica Vinculada, totalizando 39 trabalhos distribuídos entre os câmpus dos Institutos Federais e três trabalhos apresentados pelas Escolas Técnicas Vinculadas.

Luciane dos Santos e Caroline Marchetto, alunas do Curso de Design de Moda do câmpus Erechim do IFRS, apresentaram o trabalho é "O Melhor da Moda é poder Mudar", que participou de um concurso do Donna Fashion. "Achamos interessante participar da Rede de Expressão, pois tem todos os Institutos reunidos com vários trabalhos em exposição, é uma oportunidade de mostrar o nosso trabalho para as pessoas apreciarem. Gostei muito de participar, pois conhecemos os outros cursos dos outros câmpus e também divulgamos o nosso."

Artur Perez Westphl, aluno do Curso Técnico em Automação Industrial do câmpus Camaquã do IFSul, apresentou um dos trabalhos mais visitados da Rede de Expressão, "Bengala Inteligente para Deficientes Visuais". "Eu achei uma oportunidade muito boa, pois conseguimos muitos contatos e trocas de e-mail para aplicação do nosso projeto, até pela questão de ser um ambiente aberto que permitiu a troca de experiências entre os participantes e até união de projetos, é uma oportunidade para ganhar oportunidades."

A Rede de Expressão contou ainda com a participação da Miss IF Brasil, a aluna do Câmpus Panambi do IF Farroupilha, Ana Paula Landvoigt Wendt, de 15 anos. O concurso foi promovido por meio da rede social Facebook e contou com a participação de 195 candidatas de todo o país.

A Cobre

A III Cobre envolveu alunos de todas as idades, de diversos cursos de níveis médio, técnico e superior, de várias instituições de ensino. Foram 20 equipes inscritas, compostas por no máximo cinco participantes e um professor orientador. Cada grupo tinha um nome de guerra e teve de nomear também os robôs participantes. Cada equipe de estudantes recebeu da Comissão Organizadora um Kit Robótico padrão, por meio do qual puderam montar e programar seus robôs para competir nos desafios propostos, como o Sumô de Robôs e o Desfio do Minotauro.

O encerramento foi marcado pela entrega das premiações em diversas categorias. Os participantes receberam troféus preparados pela comissão organizadora e brindes dos patrocinadores As equipes premiadas em cada categoria foram:

Catergoria "Zica" - Vencedor: Equipe "Autobots"

Categoria "Top Caracterização" - Vencedor: Equipe "Berserkers"

Categoria "Fair Play" - Vencedor: Equipe "Sapucaia"

Categoria "Melhor Projeto" - Vencedor: Equipe "Berserkers"

Categoria "Melhor Rikishi" (campeão do sumô) - Vencedor: Equipe "Liberato"

Categoria "Melhor Teseu" (campeão do desafio do Minotauro) - Vencedor: Equipe "Liberato"

1º lugar Geral - Equipe "Liberato"

2º lugar Geral - Equipe "Cola Quente"

3º lugar Geral - Equipe "Osmar IV"

Os estudantes das equipes Liberato e Cola Quente, todos da Fundação Escola Técnica Liberato, de Novo Hamburgo, foram os vencedores do 1º lugar geral e doaram os kits recebidos como premiação para os alunos do Instituto Estadual de Educação Princesa Isabel, de Cachoeirinha, que estão começando projeto no ramo da robótica e participaram pela primeira vez da Cobre, mesmo sem experiência na área.

Esta foi a terceira edição da competição, que promove a pesquisa de robótica nos Institutos Federais por meio de núcleos de trabalhos que, apesar de espalhados geograficamente, realizam atividades de forma integrada. Ele é fruto do projeto Robótica como Instrumento de Capacitação dos Institutos Federais em Ciência, Educação, Tecnologia e Inovação (Roboceti), desenvolvido por Ufrgs, IFSul, IFG, IFRS, IF Fluminense e IFBaiano, com apoio da Secretaria da Educação Profissional e Tecnológica, do Ministério da Educação(SETEC/MEC). O Roboceti foi criado para fomentar o interesse dos alunos pelas carreiras ligadas a ciência, tecnologia, engenharia e matemática através da promoção da pesquisa de robótica nos institutos federais de educação e do desenvolvimento de ferramentas educacionais - hardware, software, manuais e tutoriais ? atraentes aos estudantes.

Texto e fotos: Comissão de Comunicação da Reditec

 

> Leia também sobre a 38ª Reditec:

Reditec é aberta oficialmente em Porto Alegre

Alunos simulam dificuldades do idoso e buscam soluções inovadoras

Oficina de Inovação e Saúde busca soluções inovadoras para a saúde do idoso

Galeria

Encerramento da Competição de Robótica Autoridades no encerramento da Rede de Expressão e do Cobre

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Rua General Osório, 348 | Bairro Centro | CEP: 95700-086 | Bento Gonçalves/RS

E-mail: gabinete@ifrs.edu.br | Dúvidas de Acessibilidade: acoes.inclusivas@ifrs.edu.br | Ouvidoria | Telefone: (54) 3449-3300