Ir para o conteúdo
Informações da página

Você está em: Página Inicial > Notícias

Pesquise aqui
Início do conteúdo

IFRS participa de estágio sobre pesquisa aplicada em colleges canadenses

Evandro Miletto, no Cégep de Sherbrooke

Buscando conhecer de perto a experiência dos colleges canadenses nas pesquisas aplicadas articuladas com o setor produtivo, um grupo de 43 pesquisadores brasileiros está no Canadá, no período de 15 de fevereiro a 15 de maio de 2014. Eles participam do Estágio de Observação em Pesquisa Aplicada e Inovação, realizado em 19 instituições do Canadá por iniciativa da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação (MEC) do Brasil em cooperação com a Association of Canadian Comunity Colleges (ACCC).

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) está representado pelo professor Evandro Manara Miletto, do Câmpus Porto Alegre. O docente faz o estágio no Departamento de Informática do Cégep de Sherbrooke, localizado no estado do Québec. "Estamos verificando como os colleges se relacionam com empresas e comunidade, cujo resultado tem sido uma educação profissional mais sólida, voltada para o mercado e incentivando uma economia baseada em inovações", observa.

Nas pesquisas aplicadas, empresas e indústrias investem recursos (financeiros, instalações, humanos, etc) para melhorar ou criar produtos. Evandro lembra que esta atuação tem grande relação com a missão dos institutos federais, de estimular o desenvolvimento local de forma articulada com o setor produtivo, respondendo às demandas regionais de cada localidade.

O grupo participa de reuniões, acompanha projetos, realiza visitas técnicas, faz apresentações sobre a atuação dos institutos federais brasileiros. Na próxima semana, visitará o Centre de Productique Intégrée do Québec, em Sherbrooke.

"Trabalhamos para aproximar cada vez mais o Cégep do IFRS. Neste ano, chegaram estudantes do Ciência sem Fronteiras e estamos participando de atividades com a comitiva canadense que irá a Porto Alegre no início de junho para dar continuidade ao projeto Qualidade da Água e início do projeto Qualidade do Ar." Evandro cita que é estudada a possibilidade de desenvolver um programa como "Professores sem Fronteiras", para possibilitar estágios em centros de pesquisa aplicada e inovação para professores da rede federal.

Ele destaca também outra boa prática dos colleges que pode ser trazida para os IFs: "O Cégep possui indicadores claros, que permitem manter o que dá certo e melhorar o que não está bom. Os egressos são convidados, um ano após saírem da instituição, para participar de uma reunião e responder um questionário. Falam sobre o seu trabalho, sobre o que aprenderam e empregaram, sobre a facilidade de adaptação, facilidade de comunicação e escrita, trabalho em equipe etc. Este é um ponto crucial e os indicadores interessam muito ao nosso estágio aqui, para levarmos e tentarmos adaptar à realidade dos nossos IFs."

O docente também se coloca à disposição dos colegas que queiram saber mais sobre algum dos cursos ou tenham interesse em iniciar novos projetos com o Cégep. Ele indica os links para conhecer melhor o Centro de Pesquisa Aplicada de Gestão de Operação e da Produção os cursos técnicos e os programas pré-universitários.

Sobre os colleges

Evandro Miletto explica que a atuação dos colleges canadenses se aproxima da dos institutos federais, pois cada câmpus reflete a diversidade da comunidade onde está inserido. Os colleges também oferecem educação profissionalizante, mas têm características particulares: os estudantes recebem uma formação básica de caráter geral e de preparação para o mundo (escrita e literatura, filosofia, língua inglesa, educação física, ética e política) e uma formação específica na área escolhida, que inclui na maioria das vezes um estágio obrigatório em empresas ou instituições parceiras. A maior parte do currículo é desenvolvida em aulas práticas, tanto nos cursos técnicos quanto nos tecnológicos.

Alguns câmpus não oferecem os cursos completos, e sim a parte inicial, que deve ser complementada no câmpus principal, e o ensino não é gratuito embora com taxas acessíveis. Outros colleges contam com participação de representates da indústria em processos de avaliação.

Galeria

Reunião de trabalho do Estágio de Observação em Pesquisa Aplicada e Inovação Professor com estudantes canadenses, que trabalham para viajar ao Brasil Casa de Estudantes no Cégep

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Rua General Osório, 348 | Bairro Centro | CEP: 95700-086 | Bento Gonçalves/RS

E-mail: gabinete@ifrs.edu.br | Dúvidas de Acessibilidade: acoes.inclusivas@ifrs.edu.br | Ouvidoria | Telefone: (54) 3449-3300