Ir para o conteúdo
Informações da página

Você está em: Página Inicial > Notícias

Pesquise aqui
Início do conteúdo

Projeto de Acessibilidade Virtual é apresentado em Luxemburgo

A possibilidade de desenvolver tecnologias voltadas a pessoas com deficiência com menor custo foi o tema central de palestra apresentada por professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) em Luxemburgo. Erik Schüler, do Câmpus Farroupilha, representou o Projeto de Acessibilidade Virtual e o Núcleo de Tecnologia Assistiva do IFRS no evento "The International Conference on Management of Emergent Digital EcoSystems 2013", de 28 a 31 de outubro. A conferência teve uma seção especial de inovação Brasil-Europa, com a participação de representantes do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), localizado em Campinas, e de Institutos Federais do Brasil.

O Projeto de Acessibilidade Virtual atualmente é desenvolvido no IFRS e nos Institutos Federais Baiano e do Ceará (IFBaiano e IFCE), sendo o IFRS o gestor nacional. O Núcleo de Tecnologia Assistiva do IFRS foi escolhido em 2012 como um dos 29 núcleos que compõem a rede de núcleos do Centro de Referência em Tecnologia Assistiva (CNRTA - saiba mais no site www.cti.gov.br/cnrta-nucleos). Fazem parte do Núcleo de TA do IFRS os câmpus: Bento Gonçalves, Farroupilha, Porto Alegre e Restinga.

Em uma apresentação oral com slides, Erik Schüler falou sobre o trabalho e sobre produtos desenvolvidos. "São itens criados para ter exatamente a mesma funcionalidade e performance de produtos comerciais, mas com um preço de aquisição muito abaixo", destaca o docente de eletroeletrônica e pesquisador em Tecnologia Assistiva.

"A ideia é, uma vez criado o produto, disponibilizar um manual para fabricação e uso na internet, que poderá ser acessado por qualquer pessoa que deseje produzir determinada solução, para uso próprio ou por terceiros", complementa. Alguns exemplos das materiais desenvolvidas incluem linhas Braille, ferramentas para termo formação de materiais táteis, bengalas para detecção de poças d'água e jogos digitais com efeitos 3D para auxiliar na orientação de deficientes visuais. São produzidos também acionadores para mouses de computador, acionadores capacitivos, mouses de botão, colmeias para teclados, sistemas de automação para residências e sistema de áudio para comunicação professor-aluno.

Veja mais

Final do Conteúdo Ir para as informações da Página

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Rua General Osório, 348 | Bairro Centro | CEP: 95700-086 | Bento Gonçalves/RS

E-mail: gabinete@ifrs.edu.br | Dúvidas de Acessibilidade: acoes.inclusivas@ifrs.edu.br | Ouvidoria | Telefone: (54) 3449-3300